Slides

Louvor e Adoração

Louvor e Adoração

Mas o que é louvar Pra muitas pessoas quando se pensa em louvor, pensa-se logo em musicas, em cânticos espirituais, mas essa palavra louvar vai mais além do que só musicas e cânticos espirituais louvar quer dizer exaltar, elogiar, glorificar, aplaudir. Louvar é, portanto, ratificar, expressar a nossa aprovação a respeito de alguma coisa. Dando a nossa aprovação, aceitamos ou concordamos com o que Deus estabelece para nós, não podemos louvar a Deus sem estarmos agradecidos pelo que Leia mais…

Salmo 120 – A Viagem dos Peregrinos

Salmo 120 – A Viagem dos Peregrinos

O Salmo 120 começa com uma nova coleção que se estende até o Salmo 134. Cada peça lírica deste grupo foi nomeada com um termo variadamente traduzido por “Cântico dos Degraus” (E.R.A. e E.R.C.), “Cântico da Ascensão” (ASV) e “Cântico de Romagem”. Diversas teorias quanto ao significado do termo relacionam-no com o retorno da Babilônia, os quinze degraus do pátio das mulheres para o pátio dos homens, o paralelismo climático destes poemas e as viagens dos peregrinos. A teoria mais aceitável Leia mais…

Parábola da botija quebrada

Parábola da botija quebrada

Esse texto está em Jr 19:1-13 Essa parábola dramatizada representa o lado negro da parábola anterior, do oleiro. A evidente diferença entre as duas parábolas revela a irremediabilidade da condição e da posição de Israel.Na Parábola do oleiro há a ideia de construção. O barro, apesar de impuro, ainda estava maleávei, podendo ser remodelado no formato desejado. Assim “o oleiro tornou a fazer dele outro vaso”.Na Parábola da botija, o tema evidente é a destruição. Israel estava Leia mais…

Panorama Bíblico sobre Trabalhos

Panorama Bíblico sobre Trabalhos

Nos tempos do Brasil colônia a palavra “negócio” tinha uma conotação ruim, pois significava “negar o ócio”, naqueles tempos o ócio deveria ser praticado como sinal de se ter boas condições financeiras e não precisar trabalhar, mas se você trabalhasse então era visto como servo por aqueles que poderiam ter o privilégio de praticar o ócio. Mas nos tempos bíblicos era justamente o inverso, quem não trabalhasse e muito era mal visto, você até poderia ser um negociante de sucesso, Leia mais…

A carta a Igreja de Éfeso

A carta a Igreja de Éfeso

Alguns definem o nome Éfeso como ‘desejável’. No tempo de João, Éfeso era a principal cidade da província romana da Ásia e nela estava a igreja mais importante de toda a província. Atualmente Éfeso está situada a uns quinze quilômetros da baia de Éfeso, em uma planície pantanosa. Mas no primeiro século ela era o porto mais importante de toda a Ásia Menor. Era também um centro religioso. Foi situada perto do mar Egeu. Duas estradas importantes cruzaram em Éfeso, uma seguindo a Leia mais…

Estudo sobre Provérbios 6

Estudo sobre Provérbios 6

6:1-5. Advertência  contra o servir de fiador – A responsabilidade ilimitada. Aqui temos um dos conselhos bem práticos de Provérbios, insistido com grande vigor. Sua presença nas Escrituras estabelece a prudência como uma das virtudes de um homem piedoso. Não afasta a generosidade; é o espírito da jogatina que exclui. Isto quer dizer que aquilo que um homem dá deve ser plenamente voluntário: a soma (cf. 22:27) é determinada por ele (pois é assim que se pode julgar sua eficácia, Leia mais…

A Disciplina dos Pais e Mestres

A Disciplina dos Pais e Mestres

“E vós, pais, não provoqueis à ira a vossos filhos, mas criai-os na doutrina e admoestação do Senhor” (Efésios 6.4). “Pais” aqui refere-se àqueles colocados em posição de autoridade. Deus pôs “pais em autoridade” no governo de nossas casas, igrejas, sociedades e instituições. Nossos lares e escolas são governados por “pais”.  Como pais e mestres, fomos postos em posições de autoridade ordenadas Leia mais…

Benefícios da ressurreição de Jesus Cristo para os crentes

Benefícios da ressurreição de Jesus Cristo para os crentes

Estudo realizado na epístola de 1 Pedro 1.3-5  3. Bendito o Deus e Pai… O agradecimento e a intercessão que, em cartas antigas, geralmente tem nessa altura o seu lugar, é formulado aqui no estilo das bendições judaicas. Como é usual no Antigo Testamento, aqui ela se encontra na terceira pessoa. Estas bendições são elementos característicos das orações judaicas, conforme podemos ver, por exem­plo, nas Dezoito Bênçãos (que eram recitadas três vezes ao dia nos ofí­cios Leia mais…

O assassinato de Abel

O assassinato de Abel

Estudo em  Gênesis 4:1-15. Se, por trás da serpente, era perceptível o diabo no capítulo 3, a carne e o mundo entram em consideração no presente capítulo. O pecado é revelado com os seus ciclos de evolução como em Tg 1:15, e no v. 7 é personificado quase que à maneira paulina (c/. Rm 7:8). Muitos pormenores acentuam a gravidade do crime de Caim e, portanto, da queda. O contexto é culto, a vítima, um irmão. E enquanto que Eva fora persuadida a pecar, Caim não aceita ser dissuadido Leia mais…

O endemoninhado geraseno

O endemoninhado geraseno

O exorcismo (8:26-33). Este milagre foi realizado num ambiente predominantemente gentio. Havia alguns judeus na área, mas a população era principalmente gentia. 26,27. A terra dos gerasenos nos apresenta um problema, pois Gerasa ficava a cerca de 64 km ao sudeste do lago. Mateus registra “a terra dos gadarenos”, mas Gadara fica a 9 km de distância, e separada pelo desfiladeiro profundo do Iarmuque. Todos os três Sinotistas têm as duas variações, e também uma terceira, “o país dos Leia mais…

Panorama Bíblico sobre a família

Panorama Bíblico sobre a família

Durante todo o período bíblico de Gênesis a Apocalipse, a família sempre foi muito valorizada, isto foi tanto influência da lei mosaica quanto dos ensinamentos de Jesus. O cenário mais natural para o judeu era a família constituída pelo pai, pela mãe e pelos filhos. O apóstolo Paulo ao descrever o relacionamento carinhoso que os crentes deveriam ter entre si usou a imagem da família em Gálatas 6:10. Mas estas famílias também tinham seus problemas assim como as atuais. Havia problemas Leia mais…

O profeta Ageu

O profeta Ageu

INTRODUÇÃO No ano 520 a. C. Jerusalém estava em crise. Não era uma crise percebida por todos, como p. ex. uma ameaça de invasão leva o povo todo à ação, mas o estado perigoso de paralisia moral que aceita como normais condições que exigem mudanças drásticas. A não ser que um homem de visão e determinação pudesse intervir no tempo, não haveria esperança de recuperação. Os judeus que retornavam de Babilônia tinham esperado que todo o deserto se tomasse um jardim florido (Is Leia mais…

0 cântico de Zacarias

0 cântico de Zacarias

Estudo do Livro de Lucas 1:67-80 A grande alegria de Zacarias transborda num cântico inspirado (chamado o Benedictus, conforme sua primeira palavra em Latim). Pode ser dividido em quatro estrofes: Ações de graças pelo Messias (68-70), a grande libertação (71-75), a posição de João (76, 77), e a salvação messiânica (78, 79). Farrar fala deste cântico como sendo “a última Profecia da Antiga Dispensação, e a primeira da Nova.” Alguns veem o cântico como sendo primariamente político, Leia mais…

As parábolas de Balaão

As parábolas de Balaão

Esse texto está em (Nm 22; 23:7,18; 24:3,15,20-23) Seis das dezoito ocorrências da palavra “parábola” no AT estão associados aos pronunciamentos de Balaão. George H. Lang comenta que “as declarações proféticas de Balaão são chamadas parábolas. São assim chamadas porque os projetos e os fatos ligados a Israel são apresentados por meio de comparações, compostas na maioria de elementos não-humanos”. Por estranho que pareça, as parábolas proféticas desse insignificante profeta Leia mais…