A origem da família de Abraão

A família de Abraão originou-se em Ur, mas depois migrou para Harã, localizada no rio Belique, no extremo norte do Crescente Fértil. Todos partiram para o norte da Mesopotâmia, inclusive Abraão, Naor e Ló. Por isso, estabeleceram-se como um grupo coeso em Padã-Harã, de que Harã era a capital. Ali viveram durante várias décadas, onde lhes nasceram filhos, que foram educados naquele ambiente sírio. Seria de se esperar que Abraão olhasse para trás, para a longa viagem a partir de Harã, como seu segundo lar, de onde ele migrara aos 75 anos de idade (Gn 12.4). Também era natural que ele se referisse aos filhos de seus irmãos como sua “família” (môledeṯ) — conquanto ainda houvesse parentes mais distantes morando em Ur (cf. 12.1). Alguns têm sugerido que Ur a que se refere a Escritura como sendo o lar ancestral da família de Abraão poderia ter se localizado mais perto de Harã, na área de Padã-Harã.

Há referências a “Uru” nos tabletes Eblaite, de acordo com Giovanni Pettinato (“BAR Interviews Giovanni Pettinato”, Biblical Archaelogy Review 6, nº 5 [Setembro-Outubro de 1980]: 51), localizada no norte da Mesopotâmia. Mas “Uru” era apenas um termo sumério ou acadiano que significa “cidade”. Se assim for, poderia referir-se a mais de uma região daquela localidade. Gênesis 11.28 diz explicitamente, no entanto, que a cidade de onde veio Abraão era a “Ur dos caldeus”, que se localizava bem perto da linha costeira do golfo Pérsico, nos tempos antigos, a quase 160 quilômetros a noroeste da atual linha costeira. Assim, era suscetível de ser atacada por corsários caldeus de regiões vizinhas, onde hoje se localiza o Kuwait.

Assim como a costa leste da Inglaterra finalmente viria a tornar-se conhecida por Danelaw, por causa da crescente infiltração dos víquingues dinamarqueses, Ur tornou-se conhecida por Ur Kaśdîm (à época de Moisés, pelo menos, quando Gênesis foi escrito), por causa do estabelecimento de uma esfera de influência ali, da parte dos caldeus. Portanto, não seria possível que alguma cidade com esse nome, na vizinhança de Harã, viesse a tornar-se submissa a uma hegemonia caldaica, visto que os caldeus jamais penetraram naquela região do Oriente Próximo. (A sugestão de que isso seria reflexo dos cassitas, estabelecidos na Babilônia em 1500-1200 a.C., tem apoio muito escasso. Jamais houve um terceiro radical d anexado ao substantivo Kassi).

Fonte: Enciclopédia de Temas Bíblicos

Respostas às principais dúvidas, dificuldades e “contradições” da bíblia

Gleason Archer

Editora : Vida – pgs: 78-79


Aprenda mais sobre as ferramentas importantes na interpretação e elucidação das Escrituras.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM  HERMENÊUTICA E EXEGESE!

Que você possa aprimorar essas duas técnicas, e aplicá-las na busca do conhecimento da Palavra, como diz em João 5.39, “Examinai as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;”

.: AGREGUE CONHECIMENTO E COMENTE ABAIXO .: