Construindo o Primeiro Templo

O Primeiro Templo foi construído por Salomão, filho do rei Davi, segundo o plano de Deus (1 Cr 28.6). Durante seus últimos anos de vida, Davi providenciou materiais para a construção do Templo fornecidos pela tesouraria real e uma arrecadação angariada entre o povo de Israel (1 Cr 29.1-9). Em seguimento à morte de Davi, Salomão terminou o Templo utilizando primariamente trabalho forçado da população israelita nativa (1 Rs 5.13-16; 2 Cr 2.2). De acordo com a Bíblia, o padrão arquitetônico para o Primeiro Templo, como o Tabernáculo antes dele, foi divinamente revelado (Ex 25.9,40; 1 Cr 28.11-19). A construção em si foi feita numa colina alta da cadeia de montanhas do Moriá ao norte da Cidade de Davi e do cume de Ofel (a área limítrofe da cidade).

Seguindo a trilha bíblica dos textos que estão voltados para o Templo — de Gênesis (22.2) e Êxodo (15.17) até Samuel (2 Samuel 7.10) — , acreditamos que ocupava o ponto mais alto desta colina no mesmo lugar onde Abraão fora impedido de matar o filho Isaque (Gn 22.12-14) e o anjo do Senhor de destruir a cidade de Jerusalém (2 Sm 24.16-25). Nos dias de hoje o consenso arqueológico localiza este lugar na plataforma elevada da Cidade Velha da Jerusalém Oriental, conhecido por judeus e cristãos como o monte do Templo. Contudo, embora tenhamos alguns detalhes sobre sua construção na Bíblia, ninguém pode estar completamente certo de como era o Primeiro Templo.
Fui lembrado deste fato quando recentemente visitei uma exposição especial no Museu das Terras Bíblicas, em Jerusalém, intitulada “Cidades dos Reis do Mundo Bíblico”.

Nesta exposição, composta por maquetes de cidades antigas e artefatos relacionados, havia uma esplêndida maquete do Primeiro Templo, acompanhada por várias visualizações computadorizadas do Templo de Salomão, feita por três designers diferentes. O texto que descrevia a maquete enfatizava que cada um desses modelos do Templo salomônico é teórico, porque nenhum resto arqueológico factual do Primeiro Templo sobreviveu à destruição sucedida em 586 a.C. Então como é que aqueles fabricantes de maquetes as construíram? A arqueologia nos responde com a explicação do professor Amihai Mazar:

Muito desejamos explorar o Templo de Salomão. Infelizmente, sabemos que nada restou dele, mas a descrição do Templo salomônico registrado nas Escrituras é tão exata que até podemos esboçar a planta e compará-la com plantas de outros templos que foram encontrados na Síria e Canaã em sítios arameus da Idade do Ferro e do Bronze. [Além disso,] este Templo de Salomão foi baseado numa longa tradição [de templos] que começou aproximadamente 1.000 anos antes e continuou por 200 ou 300 anos depois. Assim, podemos inserir a tradição bíblica relativa ao Templo de Salomão numa tradição de muito mais tempo [dos antigos templos do Oriente Próximo], que pode ser ilustrado arqueologicamente.

Fonte: Livro: Arqueologia Bíblia
Autor: Randall Price,
Pags: 142-143


AGORA VOCÊ PODE ESTUDAR TEOLOGIA À DISTÂNCIA COM QUALIDADE!

Conheça o curso de Formação em Teologia! O melhor e mais acessível curso de teologia da atualidade.

Seja um Teólogo altamente capacitado!

CURSO FORMAÇÃO EM TEOLOGIA

Os alunos formados na Universalidade da Bíblia estão prontos para atuar no Brasil e no exterior como líderes, conferencistas, obreiros, professores da escola dominical, presidentes de ministérios, membros da diretoria em convenções, e ainda estarão plenamente habilitados para atuar nas áreas de administração eclesiástica, evangelismo, discipulado, liderança, supervisão, direção e aconselhamento pastoral através de gestão executiva integrada, programas de rádio, TV, internet, livros, revistas, seminários, congressos e eventos em geral.

.: AGREGUE CONHECIMENTO E COMENTE ABAIXO .: