Crônicas – Panorama da Bíblia

Crônicas – Panorama da Bíblia

Série de Estudos Panorama da Bíblia  – Crônicas  .  .    . O assunto do livro das Crônicas  . Quem lê a Bíblia pela primeira vez pode perguntar a causa de existirem dois livros das Crônicas – um só no original hebraico – que retomam o assunto já desenvolvido em 2 Samuel, e 1 e 2 Reis, a saber, o desenvolvimento da história de Israel desde a época de Davi até a dos cativeiros (10º a 5º século A.C.).    .  . A finalização dos dois livros das Crônicas  . Um fato deve ser lembrado: enquanto a redação dos livros de Samuel e Reis foi provavelmente contemporânea dos acontecimentos que narram, a maior parte dos comentadores atribuí aos livros das Crônicas um período posterior. É provável que tenham sido escritos depois dos cativeiros, quando os judeus voltaram para a Palestina, encorajados pelo imperador Ciro, da Pérsia. Embora o texto não o afirme, é muito possível que os livros das Crônicas tenham sido obra de Esdras, o escriba, esse “homem versado na lei do seu Deus” (confira Esdras 7:6) e chamado a voltar da Babilônia para instruir o povo na religião de seus pais. A comparação dos últimos versículos de 2 Crônicas com os primeiros do livro de Esdras leva a confirmar essa suposição.  . Ora, a perturbação dos cativeiros tinha cortado tão completamente o fio da história que as novas gerações de Israel já não aprendiam mais o hebraico, (confira Neemias 8:8) e ignoravam todo o seu glorioso passado. Era preciso, pois, que um homem, versado nas Escrituras, unisse essa linha do tempo, reatando o presente ao passado. Esdras teve essa missão. Ele lembrou ao povo as promessas de Deus a respeito de sua vocação de povo eleito. Exortou os filhos do cativeiro a verem no despertar espiritual da volta do exílio a realização dessas promessas e o desabrochar de sua vocação original. Eis o papel do escritor sagrado inspirado pelo Espírito Santo para redigir as Crônicas.  .    . A mensagem dos 2 livros das Crônicas  . Evidentemente esses dois documentos inspirados se encaixam muito harmoniosamente no conjunto histórico do Velho Testamento. A narrativa dos livros de Samuel e Reis, de um lado, e das Crônicas, de outro lado, completam-se maravilhosamente, sem nunca se contradizer. Encontramos aí grandes riquezas espirituais e profundos encorajamentos; essas páginas sagradas demonstram também que “foram escritas para advertência nossa, de nós outros sobre quem os fins dos séculos têm chegado” – 1 Coríntios 10:11.  .universidadedabiblia.com.br  . Primeira seção de 1 Crônicas  . Observação primordial: os capítulos 1-9 trazem uma série de árvores genealógicas, o que era da mais alta importância para os israelitas, sobretudo após uma perturbação militar e social tão grande como a dos cativeiros (confira Esdras 2:62).  .  . Segunda seção de 1 Crônicas   . Os 20 capítulos seguintes traçam de novo diante de nós os principais acontecimentos do reino de Davi. Contudo, observa-se que, ao contrário dos livros de Samuel, o autor das Crônicas insiste em fazer sobressair as reformas eclesiásticas Continue lendo

Dicas de Livros para Estudantes de Teologia

Dicas de Livros para Estudantes de Teologia

 . Atendendo a pedidos segue indicações de livros para estudantes de Teologia, separados por categorias. Tentamos selecionar livros que são compreensivamente bíblico, exegeticamente e doutrinariamente sãos, e que comovam a alma em devoção a Deus.   .  . Bom, não poderiamos começar este artigo sem falar deste Livro, o Livro dos livros: A Bíblia. . Na verdade, chamamos sua atenção para algo muito importante: Nenhum livro pode substituir a Bíblia! Nenhuma literatura pode de marcar mais, tocar mais, te envolver mais do que a Bíblia! Nenhum livro pode te dar maior prazer, satisfação, alegria, força que a Bíblia! Nenhum livro pode te edificar, instruir, ensinar, guiar, informar do que a Bíblia! Não há nada que se compare a Palavra de Deus! Antes de ler qualquer livro, Leia a Bíblia! Estude a Bíblia! Conheça a Bíblia! Coma a Bíblia! Como você vai refutar as heresias, os equívocos literários, descobrir erros gritantes nos livros que se denominam “literatura cristã” sem que você conheça em primeiro lugar a Bíblia? Como você vai saber separar o que é bom do que não é tão bom assim; saber a diferença entre certo e errado sem conhecer a bíblia? Não dá! Sua primeira literatura, sua primeira apostila, seu primeiro livro, deve ser a bíblia! Dê a ela a atenção que ele precisa, tenha apreço especial por ela.  . .   É o melhor livro pois tem : – Os melhores escritores escolhidos pelo maior escritor que existe, e Pai de escritores:Deus; – Inspirados, direcionados e dirigidos pelo Espírito Santo; – O Personagem central é a pessoa mais conhecida do planeta: Jesus; – O conteúdo é fiel aos fatos, sua historicidade inquestionável; – A sabedoria, a inteligência, a riqueza das palavras; – O livro mais lido e mais vendido do mundo! . . . . .   Segue abaixo uma lista com diversos livros para seus estudos teológico. Esteja certo de que você encontrará aqui muita coisa que é tanto valiosa para a sua alma como útil para a promoção do reino de Deus.   .   Clássicos Cristãos Confissões – Agostinho A Cidade de Deus Parte 1 – Parte 2 – Agostinho O Progresso do Peregrino – John Bunyan Peso de Glória – C. S. Lewis Um Guia Seguro para o Céu – Joseph Alleine Aconselhamento Conselheiro Capaz – Jay E. Adams Depressão Espiritual – David Martyn Lloyd-Jones Manual do Conselheiro Cristão – Jay E. Adams Alegoria As Guerras da Famosa Cidade de AlmaHumana – John Bunyan Guerra Santa – John Bunyan O Progresso do Peregrino – John Bunyan Antropologia: Doutrina do Homem Criados à Imagem de Deus – Anthony Hoekema Apologéticos A Morte da Razão – Francis Schaeffer Cristianismo e Liberalismo – J. Gresham Machen Deus e Cosmos – John Byl Fundamentos Inabaláveis – Norman Geisler Manual Popular de Dúvidas, Enigmas e Contradições da Bíblia – Norman Geisler O Deus que Intervém – Francis Schaeffer O Deus que Se Revela – Francis Schaeffer Avivamento Avivamento – David Martyn Lloyd-Jones A Genuína Experiência Espiritual – Jonathan Edwards Continue lendo

A Bíblia é mais atual que…

A Bíblia é mais atual que…

” A Bíblia é mais atual do que o jornal que irá circular amanhã ”  Billy Graham     www.universidadedabiblia.com.br  

ORE PELO BRASIL!

ORE PELO BRASIL!

E se o meu povo, que se chama pelo meu nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos, então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra”. (2 Cr 7. 14) Bem-aventurada é a nação cujo Deus é o SENHOR, e o povo ao qual escolheu para sua herança. (Salmos 33:12)     #orepelobrasil     www.universidadedabiblia.com.br

A Excelência da Palavra de Deus

A Excelência da Palavra de Deus

O vocábulo “excelência” expressa aquilo que está em primeiro lugar, o que tem a primazia, o que a tudo supera. A palavra pronunciada por Deus, sempre se coloca numa posição superior a todas e demais palavras. A razão é óbvia, quem pode proferir palavras com maior sabedoria e autoridade do que aquele que criou o universo e tudo o que nele se encontra? A Bíblia é a Palavra de Deus dirigida aos homens. Ela é, sempre, uma palavra final, soberana e eterna – “Pois toda carne é como a erva, e toda a sua glória, como a flor da erva; seca-se a erva, e cai a sua flor; a palavra do Senhor, porém, permanece para sempre” (I Pedro 1.24,25). O que procede de Deus é imutável e permanente, o que se origina no homem é efêmero e precário. Eis um das fortes razões para que a igreja, serva de Deus para servir ao mundo, deve conhecer e viver sob a instrução da Palavra divina.  Deus ao decidir criar o homem e a mulher, anunciou o fato com a sua própria voz – “Façamos o homem à nossa imagem, conforme a nossa semelhança”. Tudo se origina da palavra que Deus pronuncia. Após criar o primeiro homem, ele “os abençoou e lhes disse…” (Gênesis 1.26), isso atesta que ele busca se comunicar com o ser que criou, falando-lhe. Deus nunca deixou de se dirigir aos homens, pois, ele é o afetuoso Pai que anseia por tê-los como membros da sua família eterna.  A PALAVRA FEITA CARNE O testemunho que encontramos no livro de Hebreus diz: “Havendo Deus, outrora, falado, muitas vezes e de muitas maneiras, aos pais pelos profetas, nestes últimos dias, nos falou pelo Filho, a que constituiu herdeiro de todas as cousas, pelo qual também fez o universo” (Hebreus 1.1,2). E o evangelho de João atesta: “No princípio era o Verbo, e o Verbo estava com Deus, e o Verbo era Deus” – “E o Verbo se fez carne e habitou entre nós, cheio de graça e de verdade” (João 1.1,14). Jesus é o Verbo – a Palavra – de Deus por excelência – “Pois o enviado de Deus fala as palavras dele” (João 3.34). Jesus é a Palavra de Deus que é amor, mesmo quando ele profere um julgamento. Na Bíblia nós encontramos – de Gênesis ao Apocalipse – testemunhos sobre a pessoa e a obra de Jesus. Essas declarações são os pontos mais altos de toda a palavra que veio de Deus, para que o homem conheça o seu propósito eterno de salva-lo, pois, está distante dele. Desde Abel, no Antigo Testamento, até os profetas, encontramos homens e mulheres que “morrem na fé, sem ter obtido as promessas; vendo-as, porém, de longe” (Hebreus 11.13); eles creram nas palavras proféticas de Deus, e compreenderam que elas se realizariam com a vinda de seu Filho ao mundo – “Porque quantas são as promessas de Deus, tantas têm nele [em Jesus] o sim” (II Coríntios 1.20). O imutável pedido de Jesus Continue lendo

A oração diária de um casal…

A oração diária de um casal…

  ORANDO JUNTOS A Bíblia fala muitas vezes sobre a necessidade da oração. Foi o próprio Senhor Jesus quem ensinou sobre o dever de orar sempre. “E contou-lhes também um parábola sobre o dever de orar sempre, e nunca desfalecer.” (Lucas 18.1) 1 – POR QUE DEVEMOS ORAR JUNTOS? “Também vos digo que se dois de vós concordarem na terra acerca de qualquer coisa que pedirem, isso lhes será feiro por meu Pai, que está nos céus.” (Mateus 18.19) “Porque, onde estiverem dois ou três reunidos em meu nome, ali estou eu no meio deles.” (Mateus 18.20)   1.1 – PROPORCIONA SEGURANÇA NO CASAMENTO Para todos nós, segurança é um pré-requisito essencial, não uma emoção facultativa. Mas como podemos proporcionar segurança para nosso casamento? Devemos dizer que há, pelo menos, uma coisa que todo casal precisa fazer diariamente para manter seu relacionamento seguro: orar juntos. Essa é a dimensão transcendente do casamento. Existem muitos meios importantes para produzer segurança no casamento, mas esse tem um benefício amplo. Não apenas constrói efeitos positivos no relacionamento, mas também ajuda a afastar grandes dores da vida e nos ensina a lidar com as imperfeições presentes na natureza humana. 1.2 – AUMENTA A INTIMIDADE DO CASAL O casamento é pluridimensional, mas, sem dúvida, a dimensão espiritual é a mais importante. Creio que só existe segurança para o relacionamento conjugal quando o casal ora. Quando os cônjuges oram, abre-se um mundo de transformações diante deles, as reações mudam, o temperamento muda, os sentimentos mudam. Só há uma coisa que eu nunca vi a oração mudar: a beleza física. Mesmo assim, a oração muda os olhos de quem a vê. Porque quem ora, enxerga mais. O segredo da verdadeira segurança conjugal é tornar Deus o centro do casamento por mieo da oração. Podemos mudar a história da nossa vida conjugal conversando com Deus, pois a oração é uma força capaz de restaurar a afetividade em nossos corações, fazendo com que estendamos os braços para abraçar, abramos os lábios para dizer “eu te amo” e melhoremos a expressão do nosso rosto para transmitir amor e perdão. 1.3 – NÃO DEIXA O CÔNJUGE SOFRER SOZINHO O dia-a-dia, o estresse, as preocupações e as ansiedades trazem ao cotidiano conjugal uma aridez, um desencantamento e, às vezes, certo desânimo. Sem oração é difícil suportar qualquer relacionamento.  A oração torna a vida a dois uma união estável, gera maior espiritualidade propiciando no lar um ambiente caracterizado pela ternura e compreensão, ajuda o casal a expressar da melhor maneira possível o que sente. A presença da oração faz da vida conjugal algo mais dinâmico, suave e prazeroso. A oração é como um tempero no casamento. É como um molho que dá mais sabor ao prato conjugal. Quando a dimensão trascendente do casamento não é satisfeita, duas sensações nos incomodam: 1) sensação de vazio: passamos a viver com uma impressão persistente de que nos falta algo importante, 2) sensação de desânimo: essa sensação gera reações de cobrança, frustração e dúvida.   2 – COMO Continue lendo

O sonho de Ana

O sonho de Ana

  O Sonho de Ana O Dia das Mães se aproxima e traz consigo todo um clima de doçura, amabilidade e reconhecimento do valor que a genitora representa para família. Há uma mãe — de nome Ana — que é motivo de muitos sermões e textos. O que a Bíblia relata sobre ela encontra-se nos primeiros capítulos de 1 Samuel. Ana, em hebraico, significa “graça”, e essa mulher recebeu de Deus uma graça que ela buscou com afinco, perseverança e muita fé. Ana foi mãe do famoso profeta Samuel. Entretanto, é apresentada, antes do nascimento deste, aos leitores da Bíblia como esposa amada de Elcana. O casal vivia em Ramataim-Zofim, na região montanhosa de Efraim. O marido tinha outra esposa, chamada Penina, que lhe dera vários filhos. Sua preferida, porém, era estéril. Todos os anos, Elcana e sua família subiam a Silo, a fim de adorar a Deus e oferecer-Lhe sacrifícios. Por amar Ana profundamente, ele dava-lhe sempre porção dobrada das ofertas do Senhor. Isso não a consolava, pois Penina a provocava em demasia, o que a aborrecia, e muito. Em uma dessas idas a Silo, Ana derrama sua alma, profundamente angustiada, diante do Senhor. E, em meio a muitas lágrimas, clama em oração, rogando ao Senhor que lhe dê um filho. Prometeu dedicar ao Senhor todos os dias da existência dele. A Bíblia registra que, após esse momento de oração, ela “…se foi seu caminho, e comeu, e o seu semblante já não era mais triste”. (1 Samuel 1.18) O desenrolar da história é que Samuel nasceu, e Ana cumpriu o que prometera ao Senhor, como diz a Bíblia em 1 Samuel 2.21: “Abençoou, pois, o Senhor a Ana, e ela concebeu, e teve três filhos e duas filhas; e o jovem Samuel crescia diante do Senhor”. Ana tinha o desejo, em seu coração, de ter um filho e procurou a Deus para resolver sua demanda. Deus, do alto e sublime trono de Sua graça, abençoou Ana e concedeu-lhe a oportunidade de ser mãe de um grande profeta de Israel — que foi Samuel. Mães, o Senhor ama-as profundamente e está sempre com os ouvidos atentos para lhes responder. Depositem sua confiança Nele que, como Ana, cantarão um cântico de vitória pelo sonho realizado.  . Amadas, quando as circunstâncias da vida as fizerem perder as esperanças, derramem seus corações na presença do Senhor, que Ele há de fazer o impossível para vocês. Queridas mães, vocês são presentes de Deus para nossas vidas. A dedicação, o amor, o cuidado de vocês para conosco são singulares. Com amor, desejamos a todas as mães um feliz e abençoado Dia das Mães! Rev. Geraldo Barbosa Capelão