Significados das palavras semelhantes e opostas

Perceber a diferença entre uma palavra e seus sinônimos pode ajudar a reduzir o número de significados possíveis. É importante não atribuir à determinada palavra o sentido de seus sinônimos, mas sim procurar descobrir como as palavras apresentam variações de sentido. As vezes essas variações não são claras, pois os sinônimos podem ter sentido praticamente idêntico. Em Romanos 14.13, contudo, Paulo fala de “tropeço ’ ’ e “escândalo” . Escândalo (skandalon, em grego) significa um tipo de ofensa grave, algo que prejudique seriamente outra pessoa. Já tropeço (proskomma) significa uma ofensa leve, algo que incomoda outra pessoa. Evidentemente, Paulo estava dizendo que não queria prejudicar outro crente, nem séria, nem ligeiramente.

Em Colossenses 2.22, preceitos sugere as leis que devem ser obedecidas e doutrinas, as verdades nas quais se deve crer. Perceber como uma palavra difere de seu sinônimo ou antônimo pode ajudar a esclarecer seu significado. Em Romanos 8.4-9, a palavra “carne” diz respeito ao corpo físico (em contraste com o espírito humano) ou à natureza pecaminosa (em contraste com o Espírito Santo)? A resposta está na comparação entre “carne” e “espírito” . Os versículos 6, 9 e 11 dão a entender que “espírito” significa o Espírito Santo, não o espírito humano. Portanto, nos versículos de 4 a 9, o sentido de “carne” provavelmente é o de natureza pecaminosa. Em 6.23, “morte” quer dizer morte espiritual, não morte natural, pois contrasta com vida eterna.

O exame do contexto é extremamente importante por três razões. Em primeiro lugar, as palavras, as locuções e as frases podem assumir sentidos múltiplos, como já vimos, e o estudo de seu emprego em determinado contexto pode auxiliar-nos a descobrir qual dentre vários significados é o mais provável. Em segundo lugar, os pensamentos normalmente são expressos por uma sequência de palavras ou de frases, ou seja, por elementos associados, não isolados. “O sentido de qualquer termo específico quase sempre é determinado pelos elementos que o precedem e sucedem.”  Em terceiro lugar, desconsiderar o contexto normalmente acarreta interpretações falsas.

Os missionários gostam de usar Salmos 2.8 — “pede-me, e eu te darei as nações por herança, e as extremidades da terra por tua possessão” — para ilustrar sua expectativa de conversões nos campos das missões. Entretanto, o versículo anterior deixa claro que se trata de Deus Pai falando a Deus Filho. A interpretação bíblica deve levar em consideração vários tipos de contexto. Em primeiro lugar, há o contexto inicial, Os contextos de passagens paralelas e Outro contexto a ser considerado é a Bíblia como um todo.

Fonte: A interpretação Bíblica – Meios de descobrir a verdade da Bíblia.Roy B. Zuck

Tradução de Cesar de E A. Bueno Vieira

edições vida nova.

Pags:  122- 123

Aprenda mais sobre as ferramentas importantes na interpretação e elucidação das Escrituras.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM  HERMENÊUTICA E EXEGESE!

Que você possa aprimorar essas duas técnicas, e aplicá-las na busca do conhecimento da Palavra, como diz em João 5.39, “Examinai as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;”

.: AGREGUE CONHECIMENTO E COMENTE ABAIXO .: