Tipos de teologias

É preciso distinguir entre os tipos de teologias a fim de que se tenha uma postura correta diante de cada uma delas. Estudar Teologia Bíblica não corresponde a estudar Teologia Sistemática em relação ao método e aos resultados – não que haja contradição nos estudos teológicos mas é preciso saber que um nos levará a entender o pensamento de determinado autor em uma época específica; enquanto outro estudo nos levará a entender um tema, especificamente, dentro de um conjunto de textos que estão relacionados.

Teologia Bíblica

A Teologia Bíblica divide-se em Teologia Bíblica do Antigo Testamento e Teologia Bíblica do Novo Testamento. Tanto uma como a outra resultam de um trabalho exegético, ou seja, de uma hermenêutica (interpretação) textual minuciosa, a qual se baseia nos pressupostos históricos e culturais, bem como na literatura dos textos originais (grego, hebraico e aramaico). A Teologia Bíblica é dedutiva. Não importa qual seja o pensamento prévio do intérprete quanto ao assunto estudado: o texto fornecerá a ele a sua informação, cabendo, ao leitor, a conclusão a partir do pensamento do escritor original.

Teologia Histórica

A Teologia Histórica analisa o desenvolvimento da Teologia ao longo da história da Igreja nas diversas categorias sectárias, considerando suas respectivas variações e seus desvios heréticos.

Teologia Prática

A Teologia Prática ocupa-se do modo como a Igreja comunica sua fé e suas verdades. Ela está ligada diretamente à Teologia Pastoral e à Teologia Espiritual. Os resultados da Teologia Prática são verificados a partir dos ensinamentos legados, na forma de definições e de conceitos doutrinários, na liturgia e no modo de vida de cada membro de uma Igreja. “Definir Teologia Sistemática, incluindo  o que a Bíblia toda ensina-nos hoje, pressupõe que a aplicação à vida é uma parte necessária da Teologia Sistemática”.1

1. GRUDEM, Wayne. Teologia Sistemática. São Paulo: Vida Nova, 2005. p. 3.
PROLEGÔMENOS ■ 1 1

Teologia Natural

A Teologia Natural decorre da revelação natural que todo ser humano tem acerca de Deus por intermédio da criação, dando, ao homem, a noção de que há um Deus relacionado a todas as coisas criadas. Isso exige que cada um tenha a consciência de um compromisso moral com Ele (Rm 1.18ss).

Teologia Revelada

A Teologia Revelada debruça-se sobre a revelação específica de Deus por meio das Escrituras Sagradas, as quais fornecem todo o material necessário para satisfazer as indagações humanas e para orientar o homem seguramente no caminho que o levará a Deus, em conformidade com a Sua vontade.

Teologia Sistemática

A Teologia Sistemática também é conhecida como Teologia Dogmática, pois ela defende dogmas (crenças tidas como certas e absolutas). Diferentemente da Teologia Bíblica, que é exegética e dedutiva, a Teologia Sistemática é indutiva. Ela parte do tema para as Escrituras, explorando tudo o que for possível dentro do assunto. A Teologia Sistemática é um arranjo ordenado da doutrina cristã, ela é a sistematização dos principais temas relacionados à fé, tais como:

1) Escrituras Sagradas (Bibliologia), isto é, a canonicidade e a autoridade da Bíblia como Palavra de Deus aos homens;

2) Deus (Teologia);

3) Jesus Cristo (Cristologia); 4) Espírito Santo (Pneumatologia); 5) Anjos (Angelologia); 6) Homem (Antropologia); 7) Pecado (Hamartiologia); 8) Salvação (Soteriologia); 9) Igreja (Eclesiologia) e 10) Últimas Coisas (Escatologia).

Fontes da Teologia Sistemática

A teologia cristã é o conjunto de doutrinas que compõem as crenças comuns aos seguidores de Cristo. Tais doutrinas emanam das Escrituras Sagradas em conjunto com a razão, a tradição e a mística (experiência).

Livro: TEOLOGIA PARA PENTECOSTAIS UMA TEOLOGIA SISTEMÁTICA EXPANDIDA, Vol 1, Pags 09-11

.: AGREGUE CONHECIMENTO E COMENTE ABAIXO .: