Como a organização militar e a estrutura social influem na interpretação das passagens bíblicas

Organização militar

 1. Por que Habacuque diz que os babilônios, “ … amontoando terra, as [cidades] tomam” (Hc 1.10)? Isso não quer dizer que eles juntavam entulho. A referência é à construção de rampas de terra junto a muralhas. Como muitas cidades eram edificadas no alto dos montes, a única forma de o inimigo atacá-las era amontoando terra e destroços para diminuir a diferença de nível.

2. Por que Paulo afirmou, em 2 Coríntios 2.14, que Deus “em Cristo sempre nos conduz em triunfo…”? No Império Romano, quando um general retomava vitorioso de uma batalha, ele marchava à frente de seus soldados pelas ruas de sua cidade natal, com os prisioneiros atrás. De forma semelhante, Deus está-nos conduzindo num cortejo espiritual glorioso, pelo fato de estarmos “em Cristo” .

Estrutura social

1. Por que nos tempos bíblicos as pessoas às vezes jogavam pó sobre a cabeça (Jó 2.12; Lm 2.10; Ez 27.30; Ap 18.19)? Elas demonstravam assim o enorme pesar que sentiam; era como se estivessem numa sepultura, debaixo da terra.

2. Por que Deus declarou em Malaquias 1.2, 3: “ … todavia amei a Jacó, porém aborreci a Esaú…”? Existem duas explicações possíveis. Uma é que, no Oriente Médio da antigüidade, um indivíduo que fizesse um testamento empregava o verbo amar em referência ao herdeiro escolhido e aborrecer com respeito à rejeição legal de qualquer reivindicação de terceiros. (Semelhantemente, não dar importância ou odiar a sabedoria, como diz Provérbios 1.7, é o mesmo que rejeitá-la.) Outra possibilidade é que se trata de uma forma de comparação, em que o Senhor estava dizendo que amava a Jacó mais do que a Esaú. Vemos um paralelo disso em Gênesis 29.30, 31, onde lemos que Jacó amava Raquel e não amava (ou seja, odiava) Lia.

 3. Por que José barbeou-se antes de ir ao encontro de Faraó (Gn 41.14)? Não era costume dos hebreus usar barba? Mas, como os egípcios não usavam barba, José simplesmente seguiu o costume do país.

4. Qual é o significado de “aliança de sal” (Nm 18.19; 2 Cr 13.5)? Não se sabe como o sal era utilizado naqueles pactos, mas o aspecto de conservação a ele associado pode indicar que as partes envolvidas desejavam a conservação de sua amizade.

5. Por que Jesus mandou os discípulos não cumprimentarem ninguém no caminho (Lc 10.4)? Ele não estava incentivando uma atitude anti-socíal; antes, desejava que não se atrasassem no cumprimento da missão. As saudações consumiam muito tempo: cada um se curvava várias vezes, repetia o cumprimento e então comentava os acontecimentos do dia. Em suma, está claro que o desconhecimento de tais costumes pode levar a um entendimento errado do significado dos textos. O estudante da Bíblia depara com muitos outros costumes ao lê-la. Assim sendo, é sábio manter-se atento a costumes raros que sejam mencionados e descobrir o significado das passagens para os que viviam na época. Os comentários normalmente ajudam a explicar esses costumes.

Dentre os bons livros sobre costumes bíblicos figurem: W illiam L. C o le m a n , Today’s Handbook o f Bible Times ã Customs {Minneapolis, Bethany House Publishers, 1984); MADELINE S. & j. Lane MILLER, Harper’s Encyclopedia, o f Bible Life, ed. rev. (San Francisco, Harper and. Row Publishers, 1978); James I. PACKER, Merrill C. TENNEY & William WHITE Jr., eds., The Bible Almanac (Nashville) Thomas Nelson Publishers, 1980); J. Â. T h o m p s o n , Handbook o f Life in Bible Times (Downers Grove, InierVarsity, 1986); Fred H. WIGHT, The New Manners and Customs o f Bible Times, rev. Ralph Gower (Chicago, Moody Press, 1986); Samuel J. SCHULTZ, A História de Israel no Antigo Testamento (5. rsirnp., São Paulo, Vida Nova, 1990); Robert H. GUNDRY, Panorama do Nove Testamento (São Paulo, Vida Nova, 1991) e Henry DANIEL-ROPS, A Vida Diária nos Tempos de Jesus (São . Paulo, Vida Nova, 1988).

Fonte: A interpretação Bíblica – Meios de descobrir a verdade da Bíblia.Roy B. Zuck

Tradução de Cesar de E A. Bueno Vieira

edições vida nova.

Pags:  101- 103


Aprenda mais sobre as ferramentas importantes na interpretação e elucidação das Escrituras.

CURSO DE ESPECIALIZAÇÃO EM  HERMENÊUTICA E EXEGESE!

Que você possa aprimorar essas duas técnicas, e aplicá-las na busca do conhecimento da Palavra, como diz em João 5.39, “Examinai as Escrituras, porque vós cuidais ter nelas a vida eterna, e são elas que de mim testificam;”

.: AGREGUE CONHECIMENTO E COMENTE ABAIXO .: