Arqueologia Bíblica

A Arqueologia e a Arca

A Arqueologia e a Arca

A presença poderosa da Arca da Aliança serviu para dividir o rio Jordão, derrubar os muros de Jerico, destruir as cidades dos filisteus e matar israelitas irreverentes. Com esse tipo de história, a arca foi destinada a se tornar o objeto central dos roteiros escritos para filmes hollywoodianos. Lamentavelmente, isto fez com que algumas pessoas consignassem este artefato antigo ao campo da superstição sagrada. Além disso, há estudiosos que vêem a arca como simples criação literária, uma Leia mais…

A arqueologia e a profecia

A arqueologia e a profecia

A arqueologia muito revelou do contexto social e político no qual os profetas proferiram suas profecias arrebatadoras. Entender este contexto dá nova dimensão à realidade e significado do texto bíblico. Este sentimento foi expresso pelo arqueólogo William Dever que, numa entrevista, compartilhou estas palavras: Para mim, a grande emoção a respeito da arqueologia é que ela me permite ler a Bíblia de uma nova perspectiva. Quando leio uma descrição sobre a vida diária em um dos livros proféticos, Leia mais…

A profecia sobre Ciro

A profecia sobre Ciro

A pessoa e carreira de Ciro II são bem conhecidas pelos registros históricos de Heródoto em Guerras Persas, Xenofonte nas Crônicas de Nabonido e na Narrativa em Versos Persas. Sua primeira campanha militar contra Creso, rei da Lídia, em 546 a.C., também está implícita na predição de Isaías (Is 45.3). Então, em 12 de outubro de 539 a.C., Ciro lançou uma invasão contra Nabonido, rei da Babilônia. Tanto Heródoto quanto Xenofonte descrevem como Ciro sitiara a cidade, mas sua ação fora Leia mais…

O mundo dos Patriarcas

O mundo dos Patriarcas

OS PATRIARCAS Lendas vivas ou vidas lendárias? A única história conhecida pelos israelitas durante sua escravidão no Egito era aquela transmitida para eles por seus ancestrais — os patriarcas (“pais que governam”). Era uma história de aliança e promessa entre Deus e seus pais, que dava ao povo de Israel esperança mesmo no meio da opressão. Por esta razão, quando Deus agiu para libertar o seu povo dos egípcios, Ele escolheu identificar-se com os patriarcas — como “O Deus de Abraão, Leia mais…

As tumbas dos patriarcas

As tumbas dos patriarcas

No caso dos patriarcas de Israel, a arqueologia tem preservado para nós não apenas suas memórias, mas também seus memoriais. Nós geralmente dizemos de um modo figurado que as pessoas “enterram suas memórias”, mas normalmente esta frase não é usada em sentido literal. Elas geralmente não fazem isso tão literalmente. Porém, quando se trata dos patriarcas (e matriarcas), os lugares de seus sepultamentos ainda estão conosco hoje. Que histórias estas tumbas contam? O lugar do sepultamento Leia mais…

A historicidade do Êxodo

A historicidade do Êxodo

Estabelecer a historicidade do êxodo é um dos maiores problemas que permanecem para os eruditos bíblicos. A narrativa bíblica do êxodo tem sido notoriamente de difícil confirmação através da evidência arqueológica, causando assim sérias dúvidas sobre a autenticidade do evento. Um obstáculo para a aceitação do êxodo como um verdadeiro acontecimento tem sido a incapacidade dos eruditos de reconciliar os acontecimentos do êxodo com a cronologia bíblica e arqueológica. Uma data antiga Leia mais…

Sodoma e Gomorra

Sodoma e Gomorra

A Bíblia registra que no tempo de Abraão, uma pentápolis (um grupo de cinco cidades) se estendia ao longo da bem irrigada planície na porção sul do Vale do Jordão (Gn 13.10-11). Em um dos relatos mais memoráveis da Bíblia, lemos que uma destruição cataclísmica cobriu duas destas cidades — Sodoma e Gomorra (Gn 19.24-29). De acordo com a Bíblia, os habitantes eram tão ímpios (Gn 18.20; 19.1-13) que uma chuva de “fogo e enxofre” foi enviada por Deus em juízo. Como resultado, a Leia mais…

Esclarecendo o mundo da Bíblia através da arqueologia

Esclarecendo o mundo da Bíblia através da arqueologia

Antes da arqueologia, a Bíblia era a testemunha solitária do que então se conhecia como “história sagrada”. As Escrituras, porém, assemelhavam-se a um livro exótico, narrando a história de uma civilização alienígena, desvinculado de pessoas e eventos reais. Sem acesso ao material do passado, cada um concebia o mundo bíblico à sua maneira. Porque a maioria da população mundial era analfabeta — situação que se estendeu até os tempos modernos — e cabia à arte e à arquitetura Leia mais…

Escultura representando um rei é encontrada por arqueólogos e confirma mais um trecho bíblico

Escultura representando um rei é encontrada por arqueólogos e confirma mais um trecho bíblico

Uma nova descoberta arqueológica trouxe um pouco mais de luz e conhecimento sobre as narrativas bíblicas do Antigo Testamento: a escultura representando a cabeça de um rei foi encontrada em uma cidade que é mencionada como parte de disputas de território na Bíblia. Os pesquisadores sublinharam que a descoberta da escultura – que tem cinco centímetros de altura e riqueza de detalhes – serviu para confirmar um período de tempo citado na Bíblia. Mas também fez surgir um novo mistério, Leia mais…

Arqueólogos encontram manuscrito com ensinamentos de Jesus a Tiago

Arqueólogos encontram manuscrito com ensinamentos de Jesus a Tiago

Arqueólogos encontram manuscrito com ensinamentos de Jesus a Tiago: “Complementa o relato bíblico” Arqueólogos encontraram fragmentos de um manuscrito que continha trechos de uma carta em que Jesus pontuava ensinamentos a seu irmão, Tiago. Segundo os pesquisadores, o documento tem 1.600 anos de idade, e trata-se de uma cópia feita à mão. A descoberta aconteceu no Egito, e de acordo com os pesquisadores, o texto em grego teria sido escrito por alguém que ainda estava em fase de aprendizado Leia mais…

Jesus e a Arqueologia

Jesus e a Arqueologia

    Seguindo um ponto tradicional, o objeto de estudo da arqueologia seria apenas o estudo das “coisas”, particularmente os objetos criados pelo trabalho humano (os “artefatos”), que constituiriam os “fatos” arqueológicos reconstituíveis pelo trabalho de escavação e restauração por parte do arqueólogo. Essa concepção encontra-se muito difundida entre aqueles que consideram ser a tarefa do arqueólogo simplesmente fazer buracos no solo e recuperar objetos antigos. Na verdade, Leia mais…

A Bíblia e os Dinossauros

A Bíblia e os Dinossauros

DINOSSAUROS ESTÃO NA BÍBLIA?  . Dinossauros ou animais deste grupo são criaturas mencionados na Bíblia. A bíblia utiliza antigas designações como “beemote” e “tannin.” Beemote significa monarca, animal gigantesco . Tannin é um termo que inclui animais do grupo de dragões e das maravilhosas criaturas do mar como baleias, gigante lulas, e répteis marinhos como o plesiosaurs que tornaram-se extintos.  . A melhor descrição na Bíblia de um dinossauro está em Jó capítulo 40…  . “Contempla Leia mais…